domingo, novembro 05, 2006

Festa de primavera

É noite de primavera
A lua ilumina aos poucos a cidadela
Crianças não há nas ruas
Apenas jovens, algumas quase nuas

A lua aparece discretamente
Quase que misteriosamente
Nuvens completam o cenário
Aos poucos quase imaginário

Madrugada chegando
Muita gente me olhando
Poucos realmente querendo
Outros ainda se oferecendo

A festa começou
Mas pra mim já terminou
Será pessimismo?
Ou falta de objetivismo.

A fila tá animada
Porém depois dela fico de forma calada
Apenas observando o movimento
Fico tenso com o passar do tempo

A solidão tá batendo
Quase que sofrendo
Foi apenas uma ilusão
Para magoar o coração

Fim da festa chegando
Destinos se desencontrando
Agora só me resta esperar
o dia que vou poder te amar

Claiton Krieger
Share/Save/Bookmark

1 comentários:

Claiton disse...

Teste.